A COERÊNCIA COM A VERDADE!

“A minha preocupação não está em ser coerente com as minhas afirmações anteriores sobre determinado problema, mas em ser coerente com a verdade.”

Resposta a Valquíria Meneses Garcia – Cariacica –ES

Cara amiga Valquíria,
A frase acima, não é propriamente minha, quem a recitou foi Gandhi. Na verdade, neste contexto, quero me apropriar desta frase para responder a alguns que assim como você, insistem em  perguntar-me se estou certo de tudo aquilo que falo.

Divulgação
Divulgação

Não sou o dono da verdade e muito menos da razão, mas, falo o que penso… Cri, por isso falei… (2COR. 4.13), falo quando creio em alguma coisa. Não tenho medo que minhas fraquezas sejam expostas aos meus inimigos, na verdade, prefiro confessar meus erros, a confessar meus pecados. Não quero sair por aí dando uma de zeloso e irrepreensível, e depois, ser reprovado por Jesus assim como os fariseus. Muitos me perguntam: “Mas o sr. não tem medo de tropeçar por causa destas verdades?” .
Quem busca a verdade, quem obedece a lei do amor, não pode estar preocupado com o amanhã, com aquilo que pode acontecer porque a verdade foi exposta.
Quem está comprometido com a verdade, será julgado e defendido pelo resultado da verdade. Tem muita gente “santa”, sendo condenada pela própria consciência! Como disse Gandhi: “A prisão não são as grades, e a liberdade não é a rua; existem homens presos na rua e livres na prisão”. É uma questão de consciência.

Tenho recebido muitas propostas, propostas que muitos julgam vantajosas, mas eu não me vendo pela ilusão da religião, e nem pelo engano da falsidade, eu busco o Cristo que abriu o caminho para a vida, a vida baseada na verdade e não nas conveniências humanas de um evangelicalismo religioso. Continuo no mesmo conselho do sábio e replico: Todas as minhas experiências me provaram que não existe outro deus a não ser a verdade.

O castigo jamais vem em busca daqueles que falam a verdade. Como diz o ditado: “Quem fala a verdade, não merece castigo!”.

Eu não tenho medo do diabo, mas tenho medo dos “primos”, digo, primos, porque não são irmãos. Eles estão por toda parte, de palito, gravata, saúdam com ósculo, lavam seus pés, mas todos os dias, maquinam seu fracasso, sua queda…

Desses sim, tenho medo, pois iludem os simples com a mentira camuflada com uma “verdade” mesquinha, como se Jesus estivesse preso a um dogma meramente religioso de um zelo mentiroso, político e humano.
Não! não tenho medo de falar, falo o que sinto, minha preocupação é ser coerente com a verdade e não com meus discursos, estes, podem ser queimados, para que prevaleça a palavra de Deus.
Paz.

Obrigado por enviar seu E-mail.

Por- Pastor Elielberth Falcão dos Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*