O Pastor e Teólogo Adriano Moreira fala sobre os “Tempos de restauração”

“O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo…” (At 3.21)

Divulgação
Divulgação

Restaurar é trazer a origem. É recuperar o que se perdeu. Pedro afirma em sua pregação que os céus estão contendo a volta de Cristo até que se completem o processo de restauração divina de todas as coisas; dentre elas, a verdade e glória da sua igreja. Como sinais dos tempos e dos últimos dias, o Novo Testamento afirma que paralelamente a multiplicação da iniqüidade e ao esfriamento do amor, experimentaríamos um derramamento do Espírito Santo e um processo de reavivamento e restauração. Isto pode ser observado na história da Igreja a partir da Reforma Protestante. A despeito de alguns valores que à partir da Reforma Protestante já foram restaurados a igreja militante, outros elementos ainda precisam sofrer uma profunda restauração. Vejamos alguns:

A restauração da verdade (Rm 1.25). Paulo afirma que “mudaram a verdade de Deus em mentira”. Esta foi a tentativa do movimento de reforma: trazer a verdade de Deus de volta a vida da igreja. O que vemos e ouvimos nos dias atuais são a confirmação de que estão mudando a verdade do Evangelho, dentro e fora das igrejas. Hoje, sem o crivo da Palavra, não se pode mais avaliar o que seja verdade ou mentira.

A restauração dos ministérios (Jr 3.15). A promessa foi de líderes “segundo o meu coração”, disse o Senhor. O que falar dos líderes de hoje? O que dizer destes que só buscam títulos, como o de patriarca? Poderíamos dizer que estes líderes são segundo o coração de Deus? Precisamos urgentemente de uma restauração nos ministérios e dons de Deus dados a sua igreja. Pois o que estamos vendo são falsos líderes, com falsos dons, possuindo falsos ministérios.

A restauração do povo-igreja (Tt 2.14). Paulo afirma que Deus se deu a si mesmo para “purificar para si um povo seu especial”. Creio que não haverá discordantes quanto ao fato de que o povo-igreja hodierno não é o mesmo dos tempos primitivos. Que povo é este que se diz povo de Deus? Que gente é esta que diz que vai morar no céu? Deus precisa restaurar o seu povo.

A restauração da adoração (Jo 4.24). Não há nem o que acrescentar ao fato de que a verdadeira adoração se perdeu faz tempo no seio da igreja. Só o fato de os agraciados com o Dom do cântico e do louvor se deixarem vender por cachês e vendas de cd´s e dvd´s, revela no que se transformou a adoração hoje. Sem falar no reducionismo do termo adoração ao simples cantar nos palcos das igrejas ou fora dela. Deus continua em busca de verdadeiros adoradores. De gente compromissada com Ele, e não com contratos e gravadoras.

Que se busque e ore pelos Tempos da Restauração de Tudo.

Pr.  Adriano Moreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*